VIOLAB

VOLTAR

Festa de 12 anos do Clube do Choro de BH

12h


Informações:

27 /// Maio

Belo Horizonte - MG

Automóvel Clube

http://www.carloswalter.com.br/2013/04/maio-2018-9-feijoada-beneficente-da.html


Carlos Walter

Carlos Walter é mineiro de Uberaba, filho do saxofonista e compositor Alvaro Augusto Walter e da artesã Giselda Bárbara Walter. Iniciou seus estudos musicais com o pai e os professores Sérgio Ramos e Olegário Bandeira, prosseguindo-os como autodidata. É músico inscrito na Ordem dos Músicos do Brasil, associado do Clube do Choro de Belo Horizonte, filiado à União Brasileira de Compositores e autor dos livros O violão e as linguagens violonísticas do choro e Discurso jurídico na democracia: processualidade constitucionalizada, respectivamente publicados pelo Clube de Autores e pela Editora Fórum. Possui mestrado em direito e instituições políticas pela Fundação Mineira de Educação e Cultura, ministra oficinas de violão e atua como violonista em trabalhos individuais e coletivos [com o saxofonista Alvaro Walter, os violonistas Sérgio Ramos (Duo Mel) e Sílvio Carlos (13 Cordas), o multinstrumentista Marcelo Jiran, o bandolinista Marcos Frederico, a cantora Giselle Couto, entre outros]. Já tocou com Alexandre Gismonti, Aurélie Tyszblat, Babaya, Dudu Braga, Elodie Bouny, Felipe José, Fernando Sodré, Geraldo Vianna, Gabriel Grossi, Guilherme Vincens, Hamilton de Holanda, Henrique Cazes, Humberto Junqueira, Ian Coury, Ian Guest, Izaías de Almeida, Jo Vurchio, Juarez Moreira, Lígia Jacques, Lucas Telles, Marcelo Taynara, Marcos Flávio, Maria Inês Guimarães, Mariana Brueckers, Mozart Secundino, Nicolas Krassik, Paul Mindy, Paulinho Pedra Azul, Pernambuco do Pandeiro, Rafael Martini, Ramon Braga, Rômulo Marques, Serginho Silva, Silvério Pontes, Thiago Delegado, Toninho Ramos, Verioca Lherm, Zé da Velha, Waldir Silva e Yamandu Costa. Representando a música brasileira, apresentou-se nos seguintes eventos internacionais: I Semana de Belo Horizonte en Buenos Aires (2008), VI Festival du Choro de Paris (2010), 16a Cumbre de Mercociudades (Montevideo, 2011), Portes ouvertes 2012-2013 du Club du Choro de Paris (2012) e VIII Festival Internacional de Violão de Belo Horizonte (2015). Foi semifinalista do XV BDMG Instrumental (2015 e 2018) e premiado pelo Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural do MinC (2010), Programa Música Minas (2012) e Edital Novas #2 de seleção de peças para CD de áudio com álbum digital de partituras (2014), avaliadas por Fábio Zanon, Marco Pereira, Sérgio Assad e pela idealizadora Elodie Bouny, com lançamento realizado no MASP. Em 2015 lançou o CD de áudio e o livro de partituras, cifras e tablaturas Calendário do Afeto: suíte para violão solo com 9 movimentos alusivos aos meses de gestação com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte, o qual recebeu menção honrosa e o classificou como um dos Melhores Instrumentistas do Prêmio Melhores da Música Brasileira de 2015. Sua trajetória como intérprete, compositor e arranjador está registrada em vídeos e CDs.

Saiba mais: contato@carloswalter.com.br; www.carloswalter.com.br

play