Violab

Aquidistantes 4 - Ulisses Rocha e Alessandro Penezzi

Nessa execução de “Sempre que Posso” de Alessandro Penezzi, Ulisses e Alessandro vão alternando solo e acompanhamento no que pode ser chamado de um choro moderno, com harmonia inovadora para o estilo.
A grande sacada da composição é um atraso rítmico super discreto e maroto na melodia da segunda parte da música que pede muita habilidade de execução.
Essa é uma daquelas músicas que ficam na cabeça como chicletes de ouvido, embora sua estrutura melódica não seja nem um pouco “facinha”, pelo contrário.
É um passeio musical delicioso de embarcar com dois dos grandes nomes do instrumento comandando a viagem.

Rolar para cima